quarta-feira, 20 de junho de 2012

A internet ajudando a quebrar a "Espiral do Silêncio"

E viva a internet !!!

Graças a ela os meios de comunicação em massa estão se obrigando a colocar certos assuntos (e argumentos) em pauta. O que era praticamente impossível tempos atrás. Primeiro foi a Band (que já elogiei aqui) a tocar nos lados obscuros das tais "terras indígenas", "código florestal", "trabalho escravo" etc ... Ou seja, despir estes assuntos de suas propagandas ideológicas esquerdistas e mostrar o outro lado. O lado que fica escondido sob o manto sacrossanto dos "novos santos" e "benfeitores sócio-ambientais", mas que na verdade é feito para acabar com a propriedade privada, os direitos individuais, etc. e NÃO para beneficiar as supostas vítimas apresentadas. São as intenções totalitárias e coletivistas em detrimento das pessoas, dos indivíduos. Fazem como o pescador, que coloca ardilosamente a minhoca pelo lado de fora e o anzol pelo lado de dentro. Palavras bonitas por fora, realidades terríveis por dentro.
Pois bem, agora até a poderosa Rede Globo está sendo obrigada a quebrar o silêncio imposto à certos assuntos para não ficar para trás, em relação à concorrência, ou simplesmente ficar com cara de boba depois de cair o manto de mentiras.
Esta técnica de "controle social" que a grande mídia vinha aplicando se chama "Espiral do Silêncio" e consiste em por o menor número de vezes e pelo menor tempo possível, um certo assunto em pauta. Assim, ele é pouco visto e comentado pelas pessoas, o que requer menos atenção e divulgação, que leva as pessoas a comentarem ainda menos o assunto, e assim por diante .... numa espiral crescente que faz parecer que certos assuntos ou argumentos não existem.
Agora, graças a força da internet, por exemplo, a Globo se obrigou a apresentar os argumentos contrários aos ambientalistas e crentes do "Aquecimento Global"  como pode ser visto no link abaixo :

http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2012/06/grupo-de-cientistas-nao-ve-motivo-de-alarme-em-mudancas-climaticas.html


Um comentário:

  1. Estou seguindo o Blog. Fiz um link de divulgação em meu blog. E também espalhando pelo Twitter e Facebook. Vamos quebrar essa corrente de mediocridade que assola o mundo.

    ResponderExcluir